quinta-feira, 4 de maio de 2017

#Projeto aka Desafio Escrevendo Sem Medo

Olá amoras! Como vocês estão? Espero que todos bem.  Eu estou super feliz e super animada para hoje. Um dos motivos é que minhas provas estão acabando. Yay! O outro é que conseguimos voltar com o velho ritmo do blog e isso é um baita motivo para comemoração.


E adivinha! Hoje vamos realizar mais uma tarefa do Projeto Escrevendo Sem Medo! Isso mesmo. O texto de maio já está pronto e vou mostrá-lo agora para vocês.



  • Maio: Se eu tivesse poderes mágicos...
Qual super poder você teria se tivesse a oportunidade de escolher? Pode ser algo “simples”, como o poder de não criar expectativas, mas também pode ser algo fantástico, como ficar invisível. Você escolhe!


♤♡♢♧

Quando somos pequenos, sonhamos em adquirir poderes. Alguns querem ter a capacidade de voar, colocam toalhas e lenços amarrados no pescoço e saem correndo. Em suas cabeças são realmente capazes de voar.
Outros querem a super força, então se empolgam e "imitam" os lutadores dos filmes.

Todas as crianças um dia brincaram de super heróis e você pode confirmar isso perguntando para os adultos que são hoje. Eles sorriram nostálgicos e falaram com saudades "Ah, eu me lembro".

Eu mesma já brinquei. Assim como dúzias de outras crianças, queria ser capaz de voar. De sentir o vento batendo forte em meu rosto, o cabelo a voar e meu pulmão se enxendo de ar. Eu poderia ver a cidade pequena, como numa maquete, lá em baixo. 

Quando hoje, já bem crescida, penso em que super poder gostaria de ter, a resposta não vem. Gostaria de voar e sentir a liberdade preencher cada arteria minha. Mas também gostaria de ter super força e lutar pelas ruas. Gostaria de ser invisível e pregar peças nos outros. Quem sabe ser um tipo de mulher elástica? Isso com certeza seria engraçado.

São muitos os super poderes. E como tenho uma leve influência em libra, me perco na hora de escolher.

Mas se é pra escolher apenas um no meio de tantos, escolho o poder da imaginação.

Somente com a imaginação de uma criança é que poderei voar novamente, o meu cabelo ao vento. Também assim conseguirei me tornar invisível, ter a super força da mulher maravilha, o corpo elástico... enfim, poderei ter o super poder que eu bem entender.

Me chame de trapaceira por isso, mas não havia regras alguma sobre que tipo de super poder poderia ser escolhido.

A imaginação é a coisa mais importante que podemos ter, o mais poderosos dos poderes. É com ela que nos reinventamos, criamos força e coragem para os novos desafios. Somente com a imaginação é que conseguimos passar pelos problemas da vida. E somente usando e abusando dela que podemos ser felizes, como éramos quando crianças.

Esquecemos a imaginação, deixamos que ela definhasse até morrer. O que nos torna uma péssima geração.

Olhe para você agora e olhe para quem é hoje. Ainda é o mesmo garoto da toalha no pescoço? Ainda é a mesma menina que usava a vassoura como espada? Pense bem.

E essas crianças, elas estariam satisfeitas com os adultos que se tornaram?

Eu escolho sim a imaginação. Assim quem sabe eu não faço as pazes com a criança que eu fui um dia.

E você? Qual super poder você escolhe?

♤♡♢♧



E aí gostaram? Sei que sai um pouco dos limites do texto, mas as palavras tomaram conta de mim e fluíram,  então queiram me desculpar.

Comenta aqui o que achou. Vocês não tem idéia do quanto a opinião de vocês é importante.

Por hoje foi só, mas a semana ainda não acabou e ainda vem mais coisas por aí.  Um beijo e até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário