sábado, 7 de janeiro de 2017

{Especial} Dia do Leitor

Olá amoras!

Eu sei, eu sei. Hoje não é dia de postar aqui. Eu sei muito bem disso. Mas como eu poderia não falar com vocês nesse dia tão especial para todos nós? Não tem como.

Eu queria celebrar esse dia do jeito certo: lendo. E eu vou. Mas antes, preciso vim aqui e desejar um Feliz dia do Leitor para todos nós. E que jeito mais legal de fazer isso do que num post especial?

Para celebrar, vamos dar uma olhada nas 20 frases que todos os leitores já disseram ou vão dizer. Curioso? Então vamos lá!


1- Meu livro, não encosta.

Qual é? Todo mundo sabe que somos hiper mega cuidadosos com nossos bebês. Ai vem um ser ninguém sabe da onde, cheio de dedos sujos querendo tocar nos nossos livros? Claro que não. É meu e ninguém vai pegar.

2- Só mais um capítulo.

Não adianta. Uma hora ou outra você vai se ver super atarefado, cheio de coisas pra fazer, ou até mesmo de madrugada lendo um livro, quando deveria estar dormindo. Mas você tenta adiar essa terrível escolha que é parar a leitura na metade. Por favor, só mais um capítulo e eu paro.

3- Cheiro de livro é tão...

Tem coisa mais inebriante que cheio de livro? Que atire a primeira pedra quem nunca cheirou um livro sequer. Eu sou praticamente uma viciada nisso.
4- E se eu comprar só mais um?

Não adianta quantos livros você tenha, você vai querer comprar mais. E quando isso acontecer, duvido que você saia da loja com apenas um exemplar. Realmente duvido.

5- Meu personagem favorito morreu, não quero mais ler.

Tem sofrimento maior para um leitor do que ver seu personagem favorito morrer? Acho que não. É uma dor, um sofrimento tão grande que pensamos até em abandonar a história. Mas vai achando que isso acontece. Nada disso. Queremos ter certeza que esse autor assassino não vai matar mais ninguém legal. (a resposta para isso você, meu caro, já sabe. É claro que ele vai matar mais alguém)

6- Eu não vou comprar mais nenhum até acabar de ler os que eu tenho.

Uma hora ou outra você vai acabar com a estante cheia de livros não lidos, então fará a si mesmo uma promessa: nada de livros novos até acabar de ler os outros. 
Mas é só passar por uma livraria, zapear a internet, ou ouvir que aquele volume que você tanto esperou acabou de ser lançado que a promessa vai por água abaixo.

7- Vou ali na livraria, mas é rapidinho.

Não importa o que você estiver fazendo, se houver uma livraria minimamente perto, você vai ter que entrar. Não tente escapar, você não vai conseguir. Somos atraídos para esse lugares como o metal é atraído pelo ímã.
E quando você ceder à esse desejo, já será tarde demais. Seus amigos ficarão horas sem saber notícias suas.

8- Como assim você ainda não acabou de ler? Eu terminei esse em um dia.

Todos nós sabemos que cada um tem o seu ritmo de leitura. Alguns são mais rápidos, outros nem tantos. Mas quando aquele amigo começa a ler um dos seus queridinhos, você vai esquecer de tudo isso e vai encher o saco dele, até que ele termine tudo. E ai, coitado desse seu amigo. Capaz até de parar de falar contigo.

9- Emprestar? Você está louco?

Você deu duro pra conseguir completar aquela coleção. Raspou o cofre, literalmente. Mas você conseguiu. E agora que você tem esse tesouro nas mãos, que você se deliciou com essa história maravilhosa, vem alguém te pedir pra emprestar? Você só pode ter ficado louco. Emprestar? Claro que não. É meu!

10- Vai sair o filme do meu livro favorito. Tomara que seja legal.

Ah, meus amigos. Desculpa falar, mas nós somos muito iludidos. Toda vez alguém inventa de fazer uma adaptação do seu livro. E toda vez você acredita que vai ser O filme do ano. Que dessa vez eles vão acertar, afinal estão até consultando o autor dessa vez.
Aí chega a estreia, você compra o combo do filme, com aquele balde que você vai levar pra casa e depois sua mãe vai jogar no lixo. Você fica ansioso, quase chora.
E na primeira cena você chora. Mas não de emoção. Você chora porque os personagens não são fiéis, eles mudaram até mesmo o nome, e tudo ta acontecendo de um jeito estranho e bagunçado.
Pare de se iludir amiguinho.

11- Isso não acontecia no livro.

Como eu disse antes, você se iludiu e achou que o filme seria perfeito. Mas assim que ele começa, você percebe que eles mudaram tudo. O nome dos personagens, a personalidade, onde vivem, o motivo pelo que eles lutam. Tudo. A única coisa que se assemelha ao livro é o título. E olhe lá.

12- Fui ver quantas páginas tinha e acabei lendo a última linha.

Quem nunca foi dar uma olhada na numeração das páginas, pra ver quantas ainda faltavam e acabou lendo sem querer querendo alguma frase. Isso sempre acontece comigo. Sempre. Por isso nem olho mais. Se eu quiser saber a quantidade de páginas, olho na internet mesmo.
Vai de ré spoilers!

13- Meu deus! O livro ta tão barato. Pena que o frete ta mais caro que ele.

Ah, que dor quando isso acontece. Você finalmente acha o seu livro numa promoção maravilhosa, estão praticamente dando de graça. Daí você coloca o seu cep e puft. Como assim 10 reais num frete? Tem gente por aí que já viu por 20 ou 30. Gente, isso é um assalto. Abaixa esse frete aí, por favor.

14- Ô mãe! Você não tem como inteirar o dinheiro pra esse livro não?

Convenhamos, todo mundo aqui é pobre. Além de ter pouco dinheiro, gasta tudo em livros. Então quando o volume daquela coleção é lançado e você descobre que o preço ta bem salgado, nada como apelar para sua mãe, pai, tia, prima, papagaio. Qualquer um que possa te ajudar a comprar seu mais novo bebê.

15- Essa autora é maravilhosa. Ela nunca mataria personagem nenhum.

Vou te dizer uma coisa, qualquer autor pode matar um personagem. Qualquer um. Nenhum deles é inocente, todos fizeram seus personagens sofrer. Todos. Pra matar, basta um passo. Então crie expectativas. Falar essa frase é a mesma coisa que pedir que isso aconteça. 

16- O quê? Esse é o fim? Não! Será que ta faltando alguma página?

Quem nunca leu um livro com um final totalmente em aberto, onde ninguém sabe o que aconteceu com os personagens, que atire a primeira pedra. Não importa o quanto você fuja, uma hora o fim vai te desagradar. E você vai sair perguntando pra todo mundo se acaba assim mesmo ou foi o seu livro que veio faltando páginas.
No fim, somos todos Gus.

17- Não usa a orelha do livro como marca-página.

Que mania que as pessoas tem de usar esse treco como marca-página. Pois eu lhes digo, não é pra ser usado assim! Quer estraga a capa? Estraga a do teu livro. Mentira. Estraga não. Cuida com carinho, não faz uma barbaridade dessas. 
Marca-página existe pra isso. A orelha é pra dar um charme e deixar a capa mais durinha. Pelamor!

18- Cuidado com o meu livro.

Se eu te emprestar um livro, sinta-se lisonjeado. Eu não empresto pra qualquer um não. Na verdade, eu tenho que confiar muito numa pessoa pra emprestar qualquer coisa, ainda mais um livro. Então, por favor, por tudo que é sagrado, toma cuidado. Não deixa jogado pro teu sobrinho pegar e não coloca ele em qualquer lugar. Cuida! Porque não é seu e se tu manchar, amassar, rasgar ou fazer qualquer coisa com ele, eu vou tirar teus órgãos e vender pra comprar um outro novo.

19- Chega de livros. Preciso focar em outra coisa. (5 minutos depois na internet) O quê? Preciso desse livro!

Todo mundo já teve aquela fase super viciada, onde você não come, não sai, não faz mais nada. Tudo que você quer fazer no mundo é ler. Até sua mãe acha que você está desenvolvendo uma depressão. Mal sabe ela que é apenas os livros.
Então você decide parar de ler, somente por um tempo e vai zapear a internet. Não é sua culpa que tenha ido parar num site daquela livraria e agora esteja babando pelo novo lançamento. Essas coisas acontecem.


20- Não é só um livro.

Quem não é leitor, não entende o que sentimos quando tocamos num livro pela primeira vez. Eles não entende nossa mania de cheirar livros, de acariciar a capa ou de ler a sinopse e a mini biografia do autor. Os não-leitores estranham quando rimos, choramos e nos irritamos com a história. Na verdade, eles nos acham extremamente estranhos por sofremos na perda de um personagem querido. "Isso é apenas um livro", eles dizem. Pois se enganam. Não é só um livro. É um universo totalmente mágico. É amor, paixão, sofrimento, dor, cumplicidades. Aqueles personagens existem para você, eles são seus amigos. Não é apenas um livro. E nunca será apenas isso.



E então, gostaram? Porque eu amei. Gente, revivi tantas lembranças agora, tanta coisa que eu já fiz. Porque sim, eu já falei todas essas frases e já vivi todas essas situações. Quem nunca, né?

O que eu quero dizer com esse post é que não somos apenas leitores com um livro nas mãos. Nós sofremos junto com os livros e pelos livros. Não estamos presos à esse mundo, podemos transitar por todos os mundos e isso é tão bom.

Com os livros eu desenvolvi minha criatividade e minha escrita. Eu aprendi lições que vou levar para vida toda. Aprendi o que é empatia e compaixão. E que não importa o que aconteça, nós temos amigos com quem podemos contar. 

Enfim, foi através dos livros, de histórias fictícias e personagens que não são reais (aham, senta lá Cláudia) que eu aprendi o que é ser humano e o valor da humanidade.

E você? O que aprendeu com os livros? Conta pra gente aí nos comentários e fala quais frases você já disse por aí. Aproveita e compartilha o post com aquele amigo não-leitor. Quem sabe assim ele não passa a te entender melhor.

Enfim, um Feliz dia do Leitor para todos nós. Vamos tomar um porre de livros que a ressaca é de sabedoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário