quinta-feira, 22 de setembro de 2016

[Top² 5] Distopias


Olá amoras lindas do meu coração! Estavam com saudades? Tenho certeza que sim. Vocês me amam u.u

Pela primeira vez em muito tempo, não estamos atrasados e em cima da hora. Pontinho pra mim!

Como vocês sabem, quinta temos espaço livre para brincar e falar de muuuuitos livros. Eu confesso que andei meio viciada em Tag's. Sorry. É que são tantas Tag's divertidas que fica difícil não viciar. Mas isso passou. Hoje sou uma nova mulher.



Ta, parei.

Mas é verdade que vou tentar maneirar com as Tag's. Qualquer coisa em exagero nunca é bom.

Hoje eu vim aqui falar sobre alguns livros bem bacanas, que eu sou totalmente apaixonada. Ler é muito bom. Ler por diversão é melhor ainda. Mas ler um livro que vai te fazer mudar todos os seus pensamentos, é fascinante! Por isso, vamos falar hoje de Distopias!




Top 5 Distopias que Li



Jogos Vorazes

Quem nunca ouviu falar de Jogos Vorazes? 
Seja nos livros ou nos filmes, essa saga deu o que falar. Também, não é todo dia que somos apresentados numa distopia que parece bizarra, mas tem tudo a ver com o que andamos vivendo.
Exploração do poder, desigualdade social, revoltas e rebeliões. Tudo isso é de assustar.
Até tem um romance de fundo, para suavizar um pouco as coisas. 
Mas peço encarecidamente que deixem de comentar tanto o romance e foquem nas críticas sociais. Obrigada, de nada.


"Toda revolução começa com uma faísca"




A Seleção

Vai ter muita gente vindo pegar no meu pé dizendo que essa saga não é distopia, que no máximo é fantasia.
Gente, pelo amor, vamos ser francos e racionais.
Primeiro de tudo, não é livro de menininha. Até porque não me lembro de existir tal divisão.
Mas enfim, é distopia sim.
Eles vivem num mundo pós-guerra, onde toda a sociedade foi destruída e teve que se reorganizar.
O mundo, por mais organizado que esteja agora, ainda é caótica.
Existe uma desigualdade social e o preconceito. Há revoltas acontecendo em todo o país. 
Mesmo que seja uma monarquia, mesmo que o romance tenha total destaque, vocês não podem negar que isso é uma distopia. E das boas ainda.


"As melhores pessoas sempre carregam alguma cicatriz."



Laranja Mecânica

Vocês sabem que eu me apaixonei totalmente por esse livro. Sério, uma das melhores distopias que já li.
Isso porque aqui não há meias palavras. Não tem enrolação ou duplo sentido.
Tudo aqui é bem claro.
O mundo é caótico. Um lugar ruim, onde a maldade reina sem nenhum motivo para tal. Apenas por prazer.
Não tem fingimentos.
E o lado que deveria ser bom, o lado da justiça, é ainda pior. 
Somos todos corrompidos. Sempre querendo nos dar bem, seja qual for as consequências.
Pela milésima vez, leiam esse livro.



"A bondade vem de dentro. A bondade é algo que se escolhe. Quando um homem não pode escolher, ele deixa de ser um homem."




O Doador de Memórias

Falei sobre esse livro na segunda.
Vocês sabem o quanto ele me impactou. O quanto me fez pensar na nossa sociedade e no que acreditamos ser bom e ruim.
Dessa vez, o mundo em questão é perfeito. Não há erros. Se ocorrem, são rapidamente reparados.
As regras são seguidas rigorosamente.
Não há medo, violência, solidão ou qualquer coisa do tipo.
Mas será mesmo?
Ao se tornar o Recebedor de Memórias e ter acesso à todas as lembranças do mundo, Jonas começa a se questionar se, na busca pela perfeição, não houve mais perdas do que ganhos?


"Se você não está com medo, você não é humano."




1984

Sim, eu li esse livro como uma obrigação na escola. Meu professor de filosofia nos fez ler este ou a Revolução dos bichos.
Eu li os dois...
Mas, enfim.
O livro é maravilhoso. Ainda mais se levarmos em conta que foi escrito em 1949 e acabou por adivinhas coisas que temos hoje em dia.
Somos sim observados, seja pelo google, apps ou pelo próprio Obama.
Só que na sociedade do livro, eles se dão conta disso. Já nós... Er, deixa quieto.
Leiam, vale muito à pena.


"Guerra é paz. Liberdade é escravidão. Ignorância é força."




*Bônus: A Revolução dos Bichos

Como já disse, tive que ler esse livro na escola. E não me arrependo nem por um segundo.
Um tanto mais leve e menos neurótico que 1984, esse livro é uma verdadeira sátira das revoluções.
Tudo começa com o sentimento comum de que algo não está certo. Logo, alguém dá o primeiro passo e começa a liderar.
Quase sempre, este alguém morre. O poder da liderança é dividido.
A revolução começa a tomar corpo. Começa a ganhar força.
Quando enfim os propósitos são alcançados, começa uma guerra interna: a ganancia por mais poder dar as caras.
Os líderes brigam. Se dividem. Alguém sempre é exilado.
As coisas começam a decair. Sem oponentes, a ditadura começa a reinar. A insegurança e o medo voltam a aparecer no cenário. No fim, tudo permanece exatamente igual como quando começou.
Mas agora somos escravizados pelos aliados.
Já viu algo assim em algum lugar?



Top 5 Distopias que quero ler

Aqui estão reunidos algumas distopias que desejo tanto ler. Por ainda não conhecer muito bem a história, vou deixá-los com algumas frases.

Rainha Vermelha






"– Este mundo é tão perigoso quanto belo – começa – Quem não é útil, quem comete erros, pode ser descartado. Você pode ser descartada."






Legend







"Você pode aproveitar cada instante, pode morrer num instante, e tudo se resume a um dia após o outro."










Feios




“A perda da personalidade – o que definia cada um em seu interior – era o preço a se pagar pela beleza”












Divergente







"Não querer machucar as pessoas não faz de você um covarde."







Admirável Mundo Novo





"A felicidade é uma soberana exigente, sobretudo a felicidade dos outros. Uma soberana muito mais exigente do que a verdade, quando não se está condicionado para aceitá-la sem restrições."



*Bônus
Li o primeiro livro dessa saga nessa semana... Já estou ansiosa para continuar. 



"Sempre me pergunto sobre as gotas de chuva.

Gostaria de saber como estão sempre caindo, tropeçando nos próprios pés, quebrando as pernas e esquecendo-se de seus paraquedas, conforme tombam direto do céu rumo a um fim incerto. É como uma pessoa que está esvaziando os bolsos sobre a terra e parece não se importar com o fato de que as gotas de chuva estouram quando atingem o solo, de que elas se estilhaçam quando chegam ao chão, de que as pessoas amaldiçoam os dias em que as gotas de chuva ousam tocar sua porta.

Sou uma gota de chuva."



Por hoje é só, pessoinhas. Espero que tenham gostado. Comente aqui embaixo quais livros você já conhecia e quais a gente combinou. Não se acanhe, não tenha medo. Todo comentário é bem-vindo.
Agora, se me dão licença, vou voltar para o meu livro u.u

Ps.: Eu disse no começo que eu não estava atrasada. Acontece que comecei a escrever isso de 20hs... Não sabia que tinha demorado tanto até a minha mãe gritar mandando eu desligar o pc. Pois é.Deixa eu ir antes que ela pegue o chinelo. 
Até a próxima!

2 comentários:

  1. Oi! Eu até gosto de Distopias, eu li Divergente e gostei mtt. Mas não é um gênero que eu leio frequentemente...
    Beijos
    persuasaoliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Divergente é tão bom quanto dizem? Estou querendo ler faz um tempinho, mas o spoiler sobre o final me espantou um pouco.

      Excluir