quinta-feira, 30 de junho de 2016

Tipos de Leitores

Olha que quinta feira linda! Nada melhor do que uma brincadeirinha para animá-la ainda mais, não é mesmo?
E hoje eu vim bem apimentada. Então já vou me desculpando por agora.

Antes de mais nada, gostaria de lembra que isto é apenas uma brincadeira. Uma simples e ingênua brincadeira. Se você de alguma forma se sentir ofendido, peço que tente levar tudo na esportiva e de forma divertida. Tudo aqui é para lhes divertir e entreter. Em momento algum quis ofender alguém. Longe disso.
Lembre-se, somos iguais. Nós dois somos apaixonados por livros. Então, sinta-se em casa e bora ri um pouco!





1. Boockholic: Por mais que pareça que estão em todos os lugares, esses leitores fazem parte de uma minoria. Porém são bem barulhentos, por isso a confusão. Amantes dos livros, tudo o que mais querem é comprar mais livros e lê. Se bem que sua lista de livros na espera é maior ou igual que sua lista de desejos. Tudo o que fazem é comprar, ler e comentar. Não necessariamente nesta ordem. São totalmente maníacos por livros e não conseguem viver sem estes bens preciosos.




2. Acadêmicos: Eu sei que pode parecer chato, afinal esse tipo de leitor tem apenas livros didáticos em sua estante. Provavelmente não vai ter nada depois de 1980, é verdade. Mas não deixa de ser um tipo de leitor. Temos que dar créditos aos nossos colegas vestibulandos e universitários. Ele também pode fazer parte de um outro tipo de leitor, que vamos conhecer agora. Além disso, não é porque já deixou a escola que você vai deixar aqueles gênios esquecidos. Bora lê, seja o livro novo ou velho.





 3. Leitor eu queria ler, mas...  Não é que ele não goste de ler, muito pelo contrário. Acontece que é a vida na(o) faculdade/escola/trabalho não tá fácil e ele acaba tendo que ceder suas horas livres. Pode até passar meses sem ler, mas na primeira oportunidade já ta com livro na mão. Eita, leitor sofrido esse!




4. Leitor Fake: Ao contrário do ultimo tipo, esse sim não tem motivo algum para não ler. E o pior de tudo, ainda finge que lê. Geralmente pega os mais vendidos, um resumo ou uma resenha, e passa a falar pra qualquer um que o ouça que leu tal livro e adorou ou, pior ainda, detestou. Faça-me o favor! Pode parar de mentir, mana! A gente sabe que você é mais falsa que nota de três.




5. Leitor Crítico:  Não importa o quão bom seja o livro que ele tenha lido, ele sempre vai achar algo que não goste. Seja a capa, o modo de escrever, a história em si, ou até mesmo o tamanho da letra. Não há livro no mundo que seja bom o suficiente para ele. Ele ainda possui um prazer sádico de sair por ai pondo uma ou duas estrelas na classificação dos livros. Tadinhos!





6. Leitor escritor: Este é até que bem óbvio. Se alguém quer ser escritor, tem antes que ler o máximo possível. Você pode até confundi-lo com o bookholic, mas eles são bem diferentes. Este leitor aqui pode até ler por amor, mas se prende mesmo é nas regras e no modo de escrita do escritor. Ele destrincha o livro, tentando entender o porquê dele ser tão viciante e qual é o seu diferencial. Por isso, a leitura dele é mais pragmática e “profissional”, totalmente o contrário do viciado que lê por nada mais do que prazer.




7. Leitor Bloqueiro: Essa é uma subdivisão dos bookholics. Estes serumaninhos amam tanto ler e falar sobre livros que não basta apenas comentar com os amigos e familiares. Totalmente viciados em livros, eles precisam desabafar sobre o amor incondicional aos livros, por isso criam blogs, páginas no face, tumblr, instagram, twitter... Qualquer rede social é válida para se falar de livros.




8. O Leitor"Razão": Este aqui é o extremo oposto dos críticos. Enquanto o ultimo ama criticar toda e qualquer deixa do livro, este sujeito detesta qualquer um que não ame de paixão seu livro favorito. Não importa o porquê. O livro favorito nunca pode ser criticado, e o autor nunca questionado. Ora essa! Onde já se viu? A opinião dele é a única que está certa. (Este leitor é uma evolução do próximo que irei apresentar.)





9. O Leitor Tiete: Não é que ele ame livros, ele simplesmente respira este universo. Sempre antenado, este leitor é capaz de dizer todas as curiosidades do seu livro favorito. Não perde nenhum evento ou notícia e é capaz de fazer loucuras para encontrar seu autor predileto. É preciso tomar muito cuidado com este aqui. Embora seja aparentemente inofensivo, você não vai querer que ele evolua, não é mesmo?




10. O Tagarela: Outra subdivisão do bookholic. Este aqui ama tanto seus livros que não consegue ficar nenhum instante sem falar sobre o mesmo. Seja qual for o tema da conversa, ele vai achar uma brecha pra falar dos seus livros. Embora seja legal, já que tem mil indicações para você, pode acabar passando do ponto, se tornando chato, repetitivo e... máquina de spoilers! Que horror!




11. Leitor Fantasma: Talvez o pior tipo de leitor. Aquele que todos nós conhecemos bem: o que lê e finge que não leu. Exatamente. Centenas de visualizações contrastam com nenhum, eu disse nenhum, comentário. Parece até brincadeira de são joão... Olha o leitor! (gritos e ovações) Era fantasma!(vaias). Este leitor, não seja este leitor.




12. Leitor De Boas: Este aqui era o mais comum, mas agora está perto da extinção. Você pode encontrá-lo em qualquer lugar, seja na rua, na escola, ou no metrô. Ele não entra em discussões sobre qual livro é o melhor. Ele não sia por aí disparando sobre o seu livro favorito. Ele não se descabela quando não consegue ir na Bienal, por mais que ele quisesse muito ir. Ele simplesmente é de boas. Fica lendo no seu canto, sem mexer com ninguém. Você pode ir falar com ele que no máximo ele ficará bravo por ter que parar sua leitura. Só. Precisamos de mais leitores de boas.




13. Do tipo corno: Calma, é brincadeira. Este leitor gosta sim de ler. Em outra vida adorava ler e saia contando pra todo mundo. Mas, porém, todavia, entretanto... Parou de ler. Quer dizer, uma vez ou outra ainda lê, é verdade, mas não admite para ninguém. O motivo? Na maioria dos casos por vergonha, já que há muitos idiotas analfabetos que não gostam de ler e ainda crucificam quem o faz.
Existe também o tipo que nunca leu, sempre achou isto uma tarefa enfadonha, mas isto se deve por não ter encontrado o seu livro.
Todo mundo é leitor... alguns só não encontraram seu livro favorito.

(não sei quem disse isso, se souberem me avisem. Eu creditarei.)




14. O Leitor Brasileiro: E é claro que não podia faltar o mais comum. Aquele leitor que gosta sim de ler, mas na maioria das vezes nem tem estante. Aquele que é fiel da biblioteca e já teve que renovar sua carteirinha dezenas de vezes. Aquele leitor que adora passear nas livrarias, mas raramente sai com um livro de lá. O leitor pobre, é claro. É amigos, não tá fácil pra ninguém. Se em tempos normais a gente mal tem um tostão pra gastar com livros, imagine agora com essa crise. Livro? Só se for usado, seja do sebo, da biblioteca, ou emprestado. Vale tudo na hora da leitura.




15. Leitor Modinha: Antes de mais nada, vou logo avisando que não sou contra nem a favor deste tipo de leitor, muito pelo contrário.
Este leitor envolve muitas polêmicas, é verdade. Mas não é por causa disso que deixaria eles de fora. Totalmente o oposto dos acadêmicos, este leitor só lê livros que estão em alta, os que não saem da lista de mais vendidos. São totalmente influenciáveis pelo sucesso dos livros.
Novamente, não me oponho a esta prática.
Mas, se você é um destes, se aventure um pouco fora da sua zona de conforto. Leia um livro mais antigo, ou menos famosinho. A experiência será igualmente, senão mais, incrível. 




Por hoje é só, minos e manas. Espero sinceramente que tenham gostado. Um enorme abraço e até loguinho.




Nenhum comentário:

Postar um comentário