sexta-feira, 13 de maio de 2016

A Preparação... Ou O Prólogo, Como Preferir



Como toda viagem, seja ela real ou não, tem que haver um começo. Mas não necessariamente precisa ter fim...


As viagens tradicionais, as reais, sempre começam na preparação. Quando fazemos nossas malas, compramos nossas passagens ou agendamos aquele dia ou semana apenas para viajar. Quando resolvemos tirar uma folga da rotina.
As viagens não-tradicionais, as que envolvem um sonho ou livro, também começam na preparação. Separamos algum dinheiro, vamos à livraria ou naquele site mesmo e compramos um livros que, sejamos sinceros, demorou para decidir qual seria.

Esta também começa com uma preparação. Mas a minha.

Essa é a hora onde eu tento escolher as palavras e imagens certas, tento despertar a sua curiosidade e em breve faço uma divulgação.

Mas para quê?

Há quem diga que as viagens servem para nos divertir, descansar, relaxar. Eu acredito em tudo isso. Porém, há outro motivo ainda maior:o aprendizado.

Eu sei que essa palavra costuma torcer narizes e despertar olhares tortos, mas calma. Tudo é um aprendizado. Se queimamos uma comida, aprendemos que devemos estar sempre atentos e nunca deixa a hora passar. Se acordamos atrasados, aprendemos que devemos dormir um pouco mais cedo para estarmos mais descansados.

É claro, esses exemplos acima passam a sensação de que devemos nos ferrar errar para aprendermos algo. Mas não necessariamente.

Existe ainda um aprendizado que não se precisa sofrer. Pelo contrário, aprendemos da melhor forma e, na maioria das vezes, saímos quase que ilesos. Quando lemos um livro, por exemplo.

A viagem que fazemos ao ler algumas simples palavras é maravilhosa. E nem precisa ser um livro didático para isso. De forma alguma. Aquele livro que você adora porque contem mistérios, mortes ou um romance de derramar lagrimas também pode te ensinar alguns truquezinhos.

Um filme, um livro, uma série, um anime. Tudo isso pode te levar para muito além. E o melhor, sem pagar passagem, taxas ou qualquer coisa.

Quer dizer... as vezes temos que desembolsar alguns trocados para o frete. Mas vamos deixar em off.

Acho que já deu para entender o que eu vim fazer aqui.

Não? Eu vim te convidar para uma viagem, é claro.

Uma viagem entre palavras e pontuações. Onde tudo pode acontecer e o destino parece ter vontade própria.Um lugar onde os sonhos são realidades... Vim te convidar para desvendar junto comigo os livros!

Não tenha medo. Eu estarei do seu lado o tempo todo e se algo ficar assustador demais e você sentir que terá pesadelos a noite... basta fechar o livro!

Eu já fiz a minhas malas e você? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário